domingo, agosto 20, 2006

De domínio público

Um mineiro conseguiu autorização para colocar uma barraca de doces, em frente a uma Agência Bancaria.
Um dia, um patrício apareceu e pediu dinheiro emprestado ao doceiro que, na mesma hora, respondeu:
-Impossível! Quando vim para a porta do Banco, fiz um trato com o Gerente:
Nem o banco venderia doces, nem eu emprestaria dinheiro...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home